quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

O verbo "Carpinejar"


E a professora ensina aos seu alunos:

- Verbo é o nome dado à classe gramatical que designa uma ocorrência ou situação. Os verbos no infinitivo terminam em ar, er, ir...

E exemplos são dados: amar, correr, fugir...

E então a aluna se depara com Carpinejar. E tenta entender que verbo é este. Tenta conjugar. E a professora fala:

- Carpinejar é um substantivo próprio, não pode ser conjugado.Escolhe outro.

Mas a conjugação é feita mesmo assim. E a aluna, munida de ânsias no desafio, tenta extrapolar as regras da Língua Portuguesa e conjuga sentimentalmente o substantivo próprio Carpinejar:

Eu carpinejo sempre que a ousadia e a melancolia moradoras do meu íntimo brigam por quererem me aprisonar.

Carpinejei quando fui tomada por uma ilimitação do ser e sorri pelas graças e desgraças existentes.

Carpinejarei quando eu extrapolar as essências mais loucas habitantes do meu eu.

Carpinejando eu vou, vou encontrando comigo em mim, contigo em ti e , assim, desencaixandos os encaixes.

Carpinejamos. Carpinejaremos. Sempre. Sempre que as amarras se desfizerem e nossas ausências forem alimentadas pelos desejos dos acasos.


-Realmente, caros alunos. Carpinejar é um verbo. Um verbo intransitivo.

Aquele que dispensa qualquer complemento.

2 comentários:

  1. Helloooo. Your blog is very nice. I liked it. I have very interesting blogs. You should visit and follow my blogs. Thanks.

    http://antalya-magnificent-city.blogspot.com/

    http://turkicfamily.blogspot.com/

    http://tulparturkdunyasi.blogspot.com/

    ResponderExcluir